A FORTIS Consulting é entidade acreditada para projetos Vale Indústria 4.0.

Com larga experiência na aprovação, implementação, gestão e acompanhamento de projetos candidatos aos fundos comunitários, a FORTIS Consulting foi agora também acreditada, pelo Portugal 2020, para a prestação de serviços no âmbito dos projetos simplificados Vale Indústria 4.0.

Com o objetivo de promover a definição de uma estratégia tecnológica própria para as empresas, com vista à melhoria da sua competitividade, o Vale Indústria 4.0 destina-se à transformação digital através da adoção de tecnologias que possibilitem mudanças disruptivas nos modelos de negócio das PME. Designadamente:

  • Desenvolvimento e implementação de estratégias de marketing digital para aumentar a competitividade em mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
  • Implementação de estratégias digitais que visem melhorar a experiência do cliente maximizando a respetivo interesse, interação e conversão;
  • Conceção, implementação e melhoria de plataformas de gestão de conteúdo, programas de gestão de relacionamento com os clientes, e plataformas de gestão de comércio eletrónico;
  • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): optimização da presença e ranking nos resultados da pesquisa em motores de busca;
  • Social Media Marketing: Elaboração de estratégias, implementação e melhoria da presença nas redes sociais;
  • Marketing de Conteúdos: conceção e divulgação de conteúdos digitais que visem captar a atenção e atrair os clientes-alvo os produtos e serviços comercializados pelas empresas;
  • Publicidade em Banners: colocação de anúncios em websites de terceiros;
  • Mobile Marketing:  Otimização dos meios digitais para visualização e interação com clientes em dispositivos móveis;
  • Web Analytics: recolha, tratamento, análise de dados do comportamento dos clientes efetuado em interação com o website da empresa e outros meios digitais que a mesma possua.

Modalidade de candidatura: projeto individual

Natureza dos beneficiários: empresas PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica

Forma de incentivo: não reembolsável

Incentivo máximo: 7500,00 €

Taxa de incentivo: 75%

Critérios de elegibilidade:

  • Não ter projetos aprovados na mesma prioridade de investimento;
  • Não ter projetos aprovados na prioridade de investimento “Qualificação das PME”.

Despesas elegíveis:

São suscetíveis de apoio os seguintes serviços de consultoria:

Implementação de processos associados ao comércio eletrónico:

– Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;

– User-Centered Design (UX): desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;

– Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-Commerce;

– Inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos;

– Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): melhoria da presença e ranking dos sítios de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa em motores de busca por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada sítio;

– Social Media Marketing: desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais;

– Content Marketing: criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa;

– Display Advertising: colocação de anúncios à oferta da empresa em sítios de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca;

– Mobile Marketing: tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets;

– Web Analytics: recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que robusteçam os processos de gestão e tomada de decisão.

Implementação de outros processos associados à Indústria 4.0:

– Sistemas de interconexão;

– Sensores (Smart sensors e sensing entreprise);

– Comércio eletrónico;

– Big data;

– Realidade aumentada;

– Fabricação aditiva (additive manufacturing / Impressão 3D), cloud (informação na nuvem), inteligência artificial, sistemas ciber-físicos (tecnologias de informação e comunicação, sensorização e sistemas mecatrónicos para monitorizar e controlar processos e toda a cadeia de valor, mecatrónica;

– Robótica;

– Cibersegurança;

– Machine-to-Machine (M2M) e Human-to-Machine interfaces;

– Ferramentas para Manufacturing as a Service (MaaS) e Apps for manufacturing;

– Sistemas para Produção Inteligente e Flexível.

Serviços de terceiros, incluindo assistência técnica, científica e consultoria em áreas de conhecimento relacionadas e que ultrapassem a competência dos beneficiários.

 

Os Vales são projetos simplificados de apoio às empresas na obtenção de serviços de consultoria. Consoante o tipo de Vale e o Sistema de Incentivos em que se inserem, estes programas têm objetivos diferentes, partilhando, no entanto, do mesmo objetivo: promover o crescimento das PME.

Enquanto o Vale Oportunidades de Internacionalização visa apoiar projetos simplificados de internacionalização, com vista à promoção do conhecimento e prospeção dos mercados internacionais; o Vale Indústria 4.0 procura promover a transformação digital das PME.

Consulte-nos para saber de que forma podemos ajudar a sua empresa a beneficiar deste incentivo: geral@fortis.pt ou 253 098 284

Seja Fortis! Consulte-nos.

 

Partilhar
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin