Decorre até 10 de julho o prazo para submissão de candidaturas à Fase I do Aviso “Apoiar a transição para uma Economia Circular”.

Segundo os promotores, nesta primeira fase será disponibilizado um milhão de euros para apoiar o desenvolvimento de ideias de negócio ou projetos que visem acelerar princípios da Economia Circular em Portugal.

Assim, prevê-se apoiar 20 ideias com 50.000€ cada, que terão de apresentar, até ao final do ano, o plano de implementação de projeto, que poderá ser apoiado na Fase II (2018).

Os beneficiários são empresas e entidades privadas sem fins lucrativos, de natureza associativa e com competências específicas dirigidas às empresas ou que prossigam objetivos de responsabilidade social.

As candidaturas devem ser submetidas através do seguinte link:

Formulário de Candidatura

Segundo o Fundo Ambiental, “a economia circular é um modelo económico que atende às necessidades humanas e distribui de forma justa os recursos mobilizados sem prejudicar o funcionamento da biosfera ou cruzar quaisquer limites físicos do planeta. Este modelo depende do desenvolvimento de estratégias – tecnológicas, de produto, de serviço, de uso ou consumo – que induzam a reutilização contínua de materiais e recursos no seu potencial produtivo máximo (máximo valor financeiro e utilidade, pelo maior tempo possível), em ciclos devidamente energizados por fontes renováveis. Não só os recursos são preservados como é possível restaurar e regenerar capital natural extraído à biosfera, como sejam a água e nutrientes. Reduzimos assim a dependência da extração ou importação de matérias-primas e minimizamos emissões e resíduos a serem eliminados”.

Para mais informação consulte o site do Fundo Ambiental e o Aviso do concurso.


 

Seja Fortis! Consulte-nos.

 

Partilhar
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin